Black Hat SEO x White Hat SEO

Black Hat SEO ou White Hat SEO – Qual a diferença?

Falar das técnicas de Black Hat SEO e White Hat SEO para serem utilizadas em uma estratégia de marketing de internet é um tanto quanto polêmico.

Ambas querem melhorar a qualidade e o volume de tráfego para um site específico.

Como parte vital do marketing on-line, o SEO é quase uma ciência que pode significar a diferença entre sucesso e falha para qualquer empresa em ambiente digital.

Muitas estratégias foram desenvolvidas para melhorar os esforços de SEO a fim de classificar um site mais alto nos mecanismos de pesquisa (SERP), o que traz como resultados o aumento do tráfego orgânico a um site.

Porem os motores de busca, como o Google, determinam seus rankings através do uso de algoritmos, ou seja: Quanto mais técnicas amigáveis a estes mecanismos são inseridas no desenvolvimento de um site, maiores e melhores serão os resultados de marketing digital para o seu negócio.

As técnicas de SEO são muitas vezes classificadas em duas categorias: Black Hat SEO e White Hat SEO

O que é Black Hat SEO?

Black hat SEO são técnicas não recomendadas pelo mecanismo de pesquisa e usadas de forma a burlar a Inteligência Artificial dos algoritimos.

Geralmente são utilizadas para acelerar os resultados, causando melhora do SEO de uma página em curto espaço de tempo, porem, por se tratar de uma trapaça pois vai contra as diretrizes atuais do Google, esta técnica é passiva de punições de posições.

Como funciona o White Hat SEO?

White Hat SEO são técnicas que cumpre as diretrizes do mecanismo de pesquisa atuais.

São baseados em métodos adequados para alcançar altos rankings de pesquisa. As White Hats SEO levam mais tempo para melhorar o ranqueamento no Google, porem produzem resultados duradores.

Esta abordagem mais lenta, porem bem sucedida a longo prazo, foca na real intenção do Google que é distribuir conteúdo de qualidade na internet.

Resumo Black Hat SEO e White Hat SEO

Devo usar as técnicas de Black hat SEO?

Existe uma preocupado com o uso desta técnica como o fato de ser punido e estragar muitas vezes o trabalho adquirido. Para que você entenda algumas destas técnicas, vamos listar abaixo as principais técnias afim de melhorar o seu entendimento sobre o assunto.

Técnicas de Black Hat SEO

Keyword Stuffing – Listas longas de palavras-chave sem usar a formação adequada. Isso é feito carregando uma página da Web com palavras-chave no conteúdo ou nas meta-tags.

Texto invisível – A colocação de palavras-chave em texto branco localizado em um fundo branco para que o texto não seja visível. O conteúdo também pode ser escondido dentro do código, portanto, não é visível para o usuário final do site.

Doorway Pages – Esta é uma página falsa que o usuário nunca vê. Esta página falsa é creditada com o único propósito de ser lida pelos Robos do Google para indexar o site em posições melhores de pesquisa.

Spamdexing – A prática de repetir frases não relacionadas que manipulam a posição ou a relevância de recursos indexados pelo mecanismo de pesquisa.

Link Farming – A proposta é por links direcionado ao seu site de forma paga, podendo gerar ou não tráfego.

Técnicas de White Hat SEO

Análise e uso de palavras-chave – A descoberta de uma palavra-chave importante para o seu negócio é, muitas vezes, um desafio que merece uma consultoria SEO de um profissional experiente.

A indexação desta palavra-chave no site deve ser feita da forma correta para que os Robos leiam suas páginas e saibam que são importantes para o usuário.

Aqui a técnia é saber a palavra-chave e seus sinonimos e trabalhar muito com conteúdos diversos para que seu site seja indexado nas 10 primeiras posições.

Cross Linking ou Internal Link– Isto é, quando as páginas são vinculadas entre si dentro do próprio site.

Link Building – Receber links de qualidade de sites confiáveis e que tem alta classificação, dirá aos mecânismos de pesquisa que seu site é relevantes.

Ps.: Dizem que este é o principal fator de indexação de uma página em mecanismos de pesquisas atualmente.

Meta-dados e títulos – A criação de meta-dados e títulos adequados é imperativo, portanto, assegure-se de que seus títulos de páginas sejam uma representação precisa do conteúdo a ser lido.

Ter um bom Conteúdo –  O conteúdo é rei, e não há nada mais valioso do que ter um conteúdo bem escrito e de qualidade. Os motores de busca recompensam aqueles com bom conteúdo, boa qualidade de escrita e formatação.

Guest Blogging – Este é o processo de escrever uma postagem no blog para o site de outra pessoa. O raciocínio por trás disso é obter back-links para aumentar o ranking dos mecanismos de pesquisa.

Códigos enxutos – Certifique-se de trabalhar para que seu site tenha um código “mais enxuto”. Isso tornará mais fácil para os mecanismos de entenderem melhor o conteúdo da sua página.

E isso é tudo de SEO?

Não! O tema é muito extenso e bem amplo. Para você saber tudo de SEO vai levar algumas boas horas de leitura. Se a sua ideia é aplicar SEO em seu site para melhorar seus resultados com marketing digital, considere fazer uma consultoria com um especialista.

Se precisar de ajuda em SEO, você pode entrar em contato conosco agora para uma avaliação.